quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Assuntos do Grau 32 (Jesus de Nazaré e o pelicano)

    Jesus de Nazaré, personagem do Grau 32 (Sublime Príncipe do Real Segredo), segundo algumas tradições, é chamado O Bom Pelicano, ou O Divino Pelicano. Este título faz referência à mitologia de dor e sacrifício que está associada a essa ave.
  No Salmo 102 do Antigo Testamento, por exemplo, o autor fala da sua dor e da tristeza que vive, chegando comparar sua vida ao sofrimento de um pelicano no deserto.
    Uma antiga lenda dos francos conta que, enquanto voava em busca de alimento para sua prole, uma cobra atacou o ninho do pelicano, dilacerando os filhotes. Ao retornar ao ninho e ver o que havia ocorrido, o pelicano começou a chorar. Tal desespero o atacou, que rasgou seu próprio peito (simbolicamente, o coração) com o bico, desejando juntar-se aos filhos na morte.
    O sangue que jorrou do ferimento molhou todos os filhotes mortos. Contudo, seu sacrifício não foi em vão, pois um pouco antes de morrer, o pelicano percebeu que os filhotes por ele "lavados", estavam novamente vivos. Resgatados da morte pelo sacrifício do seu amor.
Maçonicamente, o pelicano deve ser representado
 alimentando 3, 5 ou 7 filhotes.

    No âmbito do Cristianismo, a lenda faz uma referência ao sacrifício de Jesus de Nazaré na crucificação (paixão de Cristo) em favor da Humanidade e, no campo místico, refere-se à prática da Eucaristia, momento em que é celebrada a morte e a ressurreição de Cristo.
    No âmbito do Rito Escocês Antigo e Aceito, o Grau 18 (Cavaleiro do Pelicano, ou Cavaleiro Rosacruz) estuda uma parte do misticismo cristão relacionada ao sacrifício do Cristo na cruz. A elevação a esse grau ocorre tradicionalmente em cerimônias chamadas Conclaves, realizadas na Semana Santa.

Na Maçonaria, os símbolos da rosa (amor) e da cruz (sacrifício)
se unem dando significado ao Grau 18 (Cavaleiro Rosacruz).
     Maçonicamente, o significado do pelicano pode estar relacionado ao sacrifício ilimitado que deve ser oferecido  pelo iniciado em prol da Ordem Maçônica, da Justiça e da Verdade.
    Como ilustração, clique na imagem abaixo para visualizar a forma como o pelicano alimenta seus filhotes.
video

2 comentários:

A ADMINISTRAÇÃO DO CONSISTÓRIO Nº 1 AGRADECE A SUA PARTICIPAÇÃO.