quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Áudio sobre a Ordem dos Templários.

    Clique no quadro abaixo para ouvir um breve relato sobre a Ordem dos Cavaleiros Templários, a qual tanta influencia exerceu na formação de diversos graus do Rito Escocês Antigo e Aceito.    
video

Um comentário:

  1. Comandante-em-Chefe Ir. Sacramento, Consistório do Grau 1. Caro Amigo e irmão não sei se você sabe mas por volta do ano de 2010 o Ir. Hudson Domingos Apolônio e eu, Fernando Conde Sangenis, os dois únicos do GOB recebemos a Investidura de Cavaleiros Templários, dos Ingleses que estiveram por aqui, inclusive o Ir. Collin Foster. Pois bem, todos os demais eram da GLMERJ. Depois desse ano, as sessões foram rareando e chegamos a uma e triste situação calamitosa, pois nunca mais houve o Encontro dos Cavaleiros Templário do Preceptório nº 72 Ney Coelho Soares. Você sabe que sou operacional, ou era, antes de ficar com problemas cardíacos. Investi muito, comprei todo o fardamento Templário e etc. Nunca mais se falou nisso aqui no Palácio do Escocismo. O assunto virou um tabu ou ficou proibido. Hoje, Hudson Apolônio pertence ao Santo Império e eu continuo Mestre Maçom, pois apesar de ter me dedicado muito a maçonaria a mesma, no Simbólismo, nunca me deu uma oportunidade. É uma mágoa que trago no coração e que levarei para o túmulo. Mas é bom que saibam... Já sou um velho Maçom, posso, pelo menos protestar. Sou Portador da Comenda do Mérito Montezuma e EM, RM, EDM, na Loja Maçônica Cayrú, 762 Palácio Maçônico do Meier. Mas, agora, com 37 anos de Arte Real e quase 74 anos de idade, talvez o melhor mesmo seja ficar como um simples Mestre, apesar de minha dedicação e de 4 Cursos de Mestre Maçom, no tempo da Administração Sylvio Claudio, quando Grão Mestre do ex-GOERJ, para atingir a condição de Mestre Instalado. Também, não sou um ignorante, fiz Concurso Público para Procurador Federal e exercí por 35 anos tal missão, estando Aposentado por tempo de serviço. Se não fosse muito amor e tolerância eu teria "jogado a toalha" como muitos fazem. Mas vou seguindo até onde der. De fato, precisavamos ter uma definição do que houve com o nosso Preceptório 72 Ney Coelho Soares. Peço mil escusas pelo desabafo. Jamais usei esse espaço para tal, mas sou Cavaleiro Templário. Abraços fraternos do amigo leal Irmão Sangenis, Grande Inspetor Geral, IME 36.784, portador da Comenda do Mérito Montezuma e Membro Efetivo do Consistório, nº 1 desde 1994 e efetivado pela Legislação Escocesa.

    ResponderExcluir

A ADMINISTRAÇÃO DO CONSISTÓRIO Nº 1 AGRADECE A SUA PARTICIPAÇÃO.