segunda-feira, 7 de julho de 2014

A Alquimia e o Grau 31

    Os estudos realizados no Grau 31 (Grande Inspetor Inquisidor Comendador) abordam, entre outros temas, os caminhos que a Alquimia aponta para o aperfeiçoamento espiritual do Homem.
Os alquimistas realizaram pesquisas nas área da
Química, Metalurgia, Astrologia e da Religião.
 
    A Alquimia é uma antiga tradição mística que crê na purificação como forma de aprimorar as substâncias líquidas (criando o Elixir da Longa Vida) e as substâncias sólidas (descobrindo a Pedra Filosofal), a fim aperfeiçoar toda a Natureza.
    Os símbolos da purificação usados pela Alquimia foram adotados pelo Rito Escocês Antigo e Aceito como alusão ao aperfeiçoamento moral do Homem.
Os alquimistas usavam símbolos específicos
para representar cada substância que pesquisavam.
  Dentre os símbolos da Alquimia mais usados para representar o processo de aperfeiçoamento moral estão: a cor negra, a cor branca e a cor vermelha. Na Alquimia, estas cores receberam os seguintes nomes: nigredo (cor negra), albedo (cor branca) e rubedo (cor vermelha).
   No Grau 31, os estados de evolução moral do Homem são representados por três aves, as quais possuem um profundo significado nas mitologias grega, celta e cristã. São elas: o corvo (a cor negra), a pomba (a cor branca) e a fênix (a cor vermelha).
   A fim de complementar o entendimento deste estudo, acesse o link abaixo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A ADMINISTRAÇÃO DO CONSISTÓRIO Nº 1 AGRADECE A SUA PARTICIPAÇÃO.