quarta-feira, 24 de junho de 2015

Homenagem a São João, padroeiro da Maçonaria (2015)

    Os ensinamentos maçônicos afirmam que São João é o padroeiro da Maçonaria. Contudo, não existe um consenso sobre qual São João é o nosso verdadeiro patrono.
   Para não errar, o Blog do Consistório Nº 1 homenageia hoje, dia 24 de junho de 2015, os três mais conhecidos candidatos a Padroeiro da Maçonaria.

I - São João Batista (ou São João, o Batista)
    João Batista foi um eremita, profeta e pregador que viveu na Judeia, no início do Século I. 
   Conforme narra a Bíblia, o título de batista referia-se ao fato de João Batista pregar o arrependimento dos pecados e, posteriormente, batizar os arrependidos.
João Batista era pregador na Judeia,
e atuava nas proximidades do rio Jordão.


    João Batista, além de anunciar a vinda do Messias, foi um severo crítico do governo romano na Judeia, tendo sido, por isso, perseguido e executado.
   A morte de João Batista, decapitado, possui forte significado maçônico. Simbolizando a mensagem de um homem que prefere ter a garganta cortada, a negar a sua Verdade pessoal.

II - São João Evangelista (ou São João, o Evangelista, ou Apóstolo João)
     O apóstolo João foi o mais jovem dos doze discípulos de Jesus Cristo, e viveu entre os anos 6 e 103 da Era Cristã.
   De acordo com o Livro da Lei, João foi o mais fiel discípulo e acompanhou Jesus até o instante da sua crucificação, no Gólgota.
O apóstolo João escreveu o
Apocalipse durante o seu exílio
 na ilha de Patmos, na Grécia.
   As obras bíblicas atribuídas a João Evangelista são: suas três Epístolas, o Evangelho segundo São João e o Livro do Apocalipse. Nesse último livro, o apóstolo narrou sua visão profética dos Últimos Dias e a vinda da Jerusalém Celestial, estudada no Grau 19 (Grande Pontífice, ou Sublime Escocês) do Rito Escocês Antigo e Aceito.
Link para o estudo sobre => Jerusalém Celeste


    Maçonicamente, o exemplo de vida deixado por São João Evangelista, ressalta a fidelidade, o companheirismo e a lealdade como virtudes maçônicas fundamentais.
    A fim de ilustrar a vida de João, o Evangelista, seguem abaixo três links para o filme Apocalipse, estrelado por RICHARD HARRIS.
Link para o filme => Apocalipse (Opção 1)
Link para o filme => Apocalipse (Opção 2)

III - São João de Jerusalém (ou São João Esmoler, ou São João Esmoleiro, ou São João Elimosinário)
    São João de Jerusalém nasceu em Chipre, no ano de 550 depois de Cristo.
  Ao longo da vida sacerdotal, São João Esmoler foi patriarca e bispo da cidade de Alexandria, no Egito, onde desenvolveu um trabalho de filantropia destinado aos pobres.

Durante o bispado em Alexandria,
João Esmoler chegou a distribuir
bens da própria Igreja para os pobres.
   São João Esmoleiro atuou também na cidade de Jerusalém, onde criou organizações (pequenos hospitais e abrigos) destinados a socorrerem os cristãos feridos e peregrinos que visitavam o Santo Sepulcro e a Cidade Santa. Essas organizações estão na origem da criação da Ordem de São João de Jerusalém (ou Ordem dos Cavaleiros Hospitalários), posteriormente denominada Soberana Ordem Militar e Hospitalar de São João de Jerusalém, Rodes e Malta (link para => Ordem de São João de Jerusalém, Rodes e Malta).
   O exemplo de São João Esmoler está diretamente relacionado à caridade e à fraternidade que devem inspirar o comportamento maçônico.

2 comentários:

  1. Não sei se o problema é consenso ou estudo, mas, pelos parcos conhecimentos que possuo, demonstrado em trabalho a esse respeito, posso afirmar que o Patrono da Maçonaria é São João o Batista e nossa argumentação se prende unica e exclusivamente ao Ritual de Aprendiz do REAA e também da homenagem de vinculação da dada da criação da Maçonaria dos aceitos em 24 de junho.

    ResponderExcluir
  2. Com certeza absoluta, o que São João Elimosinário! Faça os estudos Irmão!

    ResponderExcluir

A ADMINISTRAÇÃO DO CONSISTÓRIO Nº 1 AGRADECE A SUA PARTICIPAÇÃO.